4 de julho de 2012

Sentei-me à Beira-Mar


Sentei-me à beira-mar
O sol batia-me no rosto
O vento fazia-me arrepiar...
Olhei em teus olhos
Vi-me reflectida em ti.
Suavemente tocaste na minha mão
Estremeci... Corei... Sorri...
Ninguém controlava aquela situação
Ninguém sabia onde ia parar...
Um leve suspiro...
Uma momentânea troca de um olhar...
E tanto que eu te queria dizer...
Dei por mim na tua boca
Um toque... Um beijo...
Nada mais ficaria por dizer
Sentias o meu desejo
Era mais do que podias saber...
Queria-te mais que tudo...
E ali ficamos... Olhamos o horizonte...
Abraçados... Longe do mundo...
Entre beijos e olhares e carinhos
E palavras sinceras que saíram...

É assim que me fazes sentir
É assim que quero estar
Junto a ti... Sentir-te... Beijar-te...
Estarei a sonhar? Sim, estou...
Mas estamos quase a acordar
E um no outro vamo-nos saciar...

by - Vânia

3 comentários:

Graça Pereira disse...

Paixão, amor e sensualidade...e tudo isto à beira mar!! Lindo!
Beijo e um bom fim de semana.
Graça

Graça Pereira disse...

Passo para te deixar um abraço carinhoso, hoje, dia 20/7, Dia do Amigo.
Graça

antonio candeias disse...

Que poema mais lindo perfeito parabens pelo poema um abraço e continua sempre assim