16 de setembro de 2009

Sabor do Pecado!..


Sabor do Pecado

Tens um odor encantado,
Meu objecto adorado,
Colibri dos dias meus...
Se me beijas como à flor,
Eu me entrego com ardor
Ao sabor dos lábios teus.

Nosso caso, apimentado,
Com tempero de pecado,
Transborda em excitação.
No vai-vem dos nossos laços,
No roçar de nossos braços,
Explode esta relação.

O momento mais bonito
É quando vibro e grito
De tanta satisfação...
Nada embota este prazer
Que é a ti pertencer,
Corpo, alma e coração...


Piero Valmart

5 comentários:

Casal do Arrocha disse...

Perfeito!
Bjs...

angela disse...

Que poema leve e gostoso.
beijos

Alegria Joie Joy disse...

Olá.

Bem interessante seu blogue, realmente você foi sincero no seu perfil, achei Aqui - Ali - Acolá, lendo o blogue de Graça (Zambeziana), que gosto muito.

Renata Vasconcellos.

neide disse...

Poema delicioso de se ler. Amei.

Boa quarta.

Bjssss

Princesa disse...

Boa noite meu amigo
agora muito mais fresco para animar

Este seu sabor do pecado é lindo delicioso parabéns

Felicidade é como a vida,
curta e inesperada.
Felicidade é como a brisa,
suave e desejada.

Felicidade é chorar, sorrir,
ao ver um amigo acenar.
É sentir-se satisfeito, agir,
quando mais um chegar.

Felicidade é sorrir com pouco sofrer;
é fazer desse pouco, todo o motivo para viver

Tenha uma boa noite e amanhã um bom dia

um beijinho