21 de maio de 2009

Mistério!..


Mistério!..

Carregando os olhos teus
Nos meus em sonhos dourados
Vejo a luz que me ilumina
Na noite mui bronzeados
Mistério, alma poente
Cariz doce tão gente
De uma beleza sem fim
Perco-me em ti minha amada
Nos teus olhos bronzeada
De um perfume que me atrai
Teu feitiço está em mim
Como uma flor de jasmim
Pelos caminhos do amor
Olhos belos, olhos teus
Que beleza veio dos céus
Carregados de saudade
Onde nunca tristeza invade
Um coração tão pulsante
Que por ti minha amante
Sentia tanta saudade
Amor de mim, são teus olhos..

Autor desconhecido

7 comentários:

Dione disse...

Oi, gato... Quantotempo... Por que você sumiu???
Seus post são ótimos, mas esse em especial eu amei!!!

Beijinhos...

Palma da Mão disse...

Que delicia migo, mesmo:)
«Amor de mim, são teus olhos», é fantástico como o olhar assume tamanha importãncia...
Beijinhos e obrigada
Liliana

Princesa disse...

Mais uma das suas maravilhas que me tocam lindo adorei.
Espero amigo que esteja a recuperar realmente este mês está traiçoeiro eu estou a melhorar agora o tempo vai ajudar a recuperar, já que estragou rsrsrsr.

"E aprendemos que realmente podemos aguentar,
Que somos realmente fortes,
Que valemos realmente a pena,
E aprendemos e aprendemos"

Sim, mas não sem ajuda de amigos, sem dias de sol!
Viver e aprender.
beijinho

Desejos Aliciantes disse...

ai ai que romântico!
Adorei o poema...
Boa tarde pra vc amigo querido
Beijos aliciantes

Paulo Tamburro disse...

"De um perfume que me atrai
Teu feitiço está em mim
Como uma flor de jasmim".

Sem mais nenhum comentário, senão estraga o conjunto da obra.

Serei seu seguidor.

Jota disse...

rsrs

Claro!
Me visite sempre que quiser!


Beijos
Jota.

Parapeito disse...

Muito bonito este Mistério.
*