9 de maio de 2009

FELINIDADE!..


FELINIDADE!..

Fico eriçada quando tu me tocas
Fico maluca, quando me provocas
Quando me alisas, beijas, e acaricias,
Meu corpo te pede e a alma se extasia…

Meu faro sente de longe o teu perfume
E se estás perto, escuto o teu queixume…
Na fusão dos vícios, emoções e assombros
Recolhemos a saudade por entre os escombros.

Tu és meu homem, também és meu gato,
Tentação, acinte, luta e desacato!
Uma provocação teatral e esmerada,

Para que eu me sinta a fêmea desejada…
Sou tua gata também, confesso sem pudores,
A mais bela e felina, entre os teus amores.


Mirian Warttusch

2 comentários:

Sue disse...

Uau! Belíssimo soneto!
Bjs!

Princesa disse...

Boa noite meu amigo
obrigado pelo ineresse nas minhas melhores realmente foi uma gripe das fortes mas hoje já não tive febre isto mais ins dias e estou fina

Belo soneto adorei como sempre
um bom domingo
Beijos