2 de abril de 2009

O Bidon espera por si!...


O Bidon espera por si!..

Por acaso não sabe onde é este local?..

Muito fácil de saber, está à vista de toda à gente à meses e meses!..
Jardim do Castelo virado quase a norte, o muro todo partido e logo abaixo este Bidon à sua espera para que quando cair lá dentro, vá empalhado a rebolar até lá ao fundo só parando na estrada, para depois quando passar a camioneta do lixo o levar para a reciclagem!..
Será como fazer - Um mergulho para a Piscina, mas do Bidon..
Palavras mais para quê, simplesmente uma vergonha este perigo constante com este muro assim sem protecção para quem lá passa.

Isto está lá, se não acredita vá até lá dar um passeio e divirta-se, Mergulhe!..

6 comentários:

Cidadão abt disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Cidadão abt disse...

Um larápio, depois de surripiar a bolsa a uma velhinha, desatou a fugir ladeira abaixo porque dois polícias se aperceberam do crime e desataram atrás dele! Logo aqui se repara que esta história é tão antiga quanto esse bidon, porque hoje em dia os polícias de giro não se dão a tal trabalho!
Prosseguindo, vendo-se o meliante acossado, em falta de melhor foi esconder-se dentro de um bidon melhorzinho do que este, onde se encontravam mais uns quantos idênticos!
O senhor agente, desconfiado com o súbito desaparecimento do figurão, deu uma cacetada num dos bidons quando do seu interior se ouviu “ão,ão…ão…” porque nele se abrigava um cão.
Virou-se para outro latão e deu uma segunda mocada no dito, quando de lá saiu um barulho mais ou menos assim… “ffff…. Miau!” Dentro deste, escondia-se um gato!
Voltou-se para o terceiro bidon e vai de dar outra forte cacetada, quando de lá… nada saiu! Intrigado, o agente espeta com uma segunda cacetada e desta sim, de lá veio esta voz: “bidooon!”

“-Vamos mas é embora daqui que o tipo já se raspou!”
Observou o agente, para o seu camarada de serviço!

Esta estória é tão velhinha quanto esse bidon!

Este foi o comentário mais difícil de enviar!

ralehorta - realmente, o tempo ajeita-se para a ingrícula!

enutes

Gleiciane disse...

A amizade é uma predisposição recíproca que torna dois seres igualmente ciosos da felicidade um do outro.
Tenha um lindo dia!!

Aqui - Ali - Acolá disse...

Pois é Caro cidadão abt Bidons há muitos, mas como este, por cá só ainda vi nesta zona, onde tanta gente passa passeando para admirar a boa paisagem que daquela zona se avista.

Bem, mas ele lá está até um dia alguém cair lá dentro e, aí vai ele ou ela de bidon até ao fundo para depois ser recolhido (não para o hospital porque isso dá despesa aos meliantes), mas sim para a tal reciclagem que todos nós conhecemos.
Mas isto é só uma amostra daquilo que já antes foi aqui postado do estado de degradação em que aquilo se encontra à tanto tempo, pois isto revolta uma pessoa de tal ordem que dá vontade de fazer muita coisa.
Não se tolera tal coisa e ainda por cima num local daqueles onde tanta gente frequenta aquele sítio, aquilo estar assim sem protecção com o muro todo deitado abaixo à tanto tempo e mais coisas que por lá estão que é uma vergonha.

Dói o coração a uma pessoa ver coisas destas, dá uma revolta muito grande cá dentro do meu íntimo e não só, pois tanta gente a falar não só daquilo como de outras bandalheiras que por cá existem e nada fazem para pelo menos arranjar o que está mal à vista de toda a gente.

E nós a pagar, a pagar e a pagar todos meses e de que maneira para isto tudo e nada se faz.

Porca miséria é o que eu posso chamar a isto tudo, e quando vejo como hoje vi um monte de gente de roda de uma rotunda com calhaus à volta e umas florecas no meio, parei um bom bocado para apreciar, um a mexer a terra e os outros a olhar a ver passar os carros.

Aquilo é que é o principal desta Aldeia (porra enganei-me) desta cidade?

Tanta coisa que por aqui há à tanto tempo de grande prioridade e a isso nada se faz.

Andam sofros pelo poder, pelo tacho, pelo sufisma do papelinho e o resto é paisagem.
O que eu vejo por aqui meu Deus é demais, já está a bater quase no fundo e o deixa andar continua!..
Isto não tem solução à vista enquanto não houver uma ou mais pessoas com eles no sítio para mudar o sistema a esta Aldeia(arre porra, outra vez) a esta cidade, porque o nome ela tem mas de estofo nada vejo, (é tudo miragem).
A revolta cada vez é maior e hoje comentando assim é porque me sinto triste, e cada vez mais enojado de ver certa gente num regabofe tremendo que nos está a sugar dia a dia e nada fazem para melhorar tudo isto.

Por isso é que quando me falam assim:

Vais dar o teu papelinho a quem?

A minha resposta é só uma!..

Como o papel higiénico está caro, levo o papelinho para casa e Pimba, aí vai ele com o carimbo pelo esgoto abaixo!..

Hoje caro amigo, pelo que vi a juntar a muito do que já antes vi, faz-me falar assim com muita revolta porque, outra coisa não se pode ter.

Haja saúde e que a voz não lhe doa..

Cidadão abt disse...

Bem observado!
Mas votar é um dever cívico do qual não deveremos prescindir, é o culminar da nossa participação activa nesta sociedade!
Não votar é abstermo-nos de um direito e um dever cívico que nos é consagrado.
Não votar, retira-nos a força moral de podermos contestar... ou opinar...
Vá lá e vote de acordo com os seus princípios e seus valores... é difícil a escolha... então comece pelo princípio da exclusão... vá eliminando até seleccionar onde se aproveita qualquer coisinha! Eh! Eh! Eh !

Aqui - Ali - Acolá disse...

Caro Cidadão abt:

O que vc aqui me diz, em parte tem lógica, mas veja bem, (SÓ LÓGICA) pois quanto ao resto onde está a verdade dessa lógica.

Já vomito pelos póros todos da minha pele tanto cinismo e tanto oportunismo de uma sociedade sem excrúpulos onde não existe o respeito e a dignidade por quem o merece.

Hoje em dia já não se respeita a nossa força moral de poder-mos contestar ou opinar por direitos que nos são legítimos.

Os valores morais desta sociedade onde existem (cães de raça matreiros) não nos são concedidos.
Isto actualmente é uma paranóia sem controle, não se olha a meios para atingir os fins.

Diz vc caro amigo:

Vá lá e vote de acordo com os seus princípios e seus valores... é difícil a escolha... então comece pelo princípio da exclusão... vá eliminando até seleccionar onde se aproveita qualquer coisinha!..

Que valores e princípios se pode ter neste meio onde a falta de respeito por quem os lá põe é cada vez maior?

Onde está a honestidade desta gente que nos impõe aquilo que eles não cumprem?

Tanto e tanto mais existe como vc sabe, para que nós possamos sentir dentro da nossa alma a angústia que nos invade de tanto desprezo por nós cidadãos!..

A escolha não é muito difícil amigo, pois começando pelo princípio da exclusão até aproveitar qualquer coisinha, aí é que está o busílis principal da questão.

Vc sabe bem o que é a (Tábua Rasa) ok?..

Ó meu caro, chão que arde nunca mais dá flor, terra queimada é terra destronada, e por mais que eu conte os tostões que tenho na carteira eles cada vez são menos, já muito pouquinhos restam, até o verde da esperança está a mudar para o vermelho da desgraça, e tal como dizia há uns anos um velhote muito sábio uma palavra muito certa:

E EU NÃO SEI????

Entende não entende?

Haja saúde e boas caminhadas enquanto puder-mos pois ao menos, enquanto formos caminhando vamos apreciando a paisagem que nos alegra a vista, isto é, aquela que é digna de se ver.

Bom fim semana..