5 de dezembro de 2014

Os versos que te fiz




Os versos que te fiz

Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que a minha boca tem para te dizer!
São talhados em mármore de Paros
Cinzelados por mim para te oferecer

Têm dolência de veludos caros,
São como sedas pálidas a arder...
Deixa dizer-te os lindos versos raros
Que foram feitos pra te endoidecer!

Mas, meu Amor, eu não tos digo ainda.
Que a boca da mulher é sempre linda
Se dentro guarda um verso que não diz

Amo-te tanto! E nunca te beijei...
E nesse beijo, Amor, que eu não dei
Guardo os versos mais lindos que te fiz!


by Florbela Espanca

2 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Sonetos desta autora são realmente talhados em mármore, do mais raro raro e fino que se pode encontrar.

Aqui - Ali - Acolá disse...

Olá Luís Rodrigues.
Na realidade esta autora deixou-nos uma vasta obra de poesia que é um encanto.
Faleceu com apenas 36 anos e com uma vida um pouco atribulada onde muito mais poderia dar de muito bom à poesia.
Fica pra sempre na história as suas obras como um manto de beleza rara para quem as lê e as guarda bem vivas nas suas memórias.
Abraço e Feliz Natal com um ano Novo melhor que o que está para findar.