19 de novembro de 2014

Abrantes á Noite


Abrantes á Noite, numa volta pelo Centro da Cidade o movimento é brutal, as imagens aqui o mostram.


















Ah.. Afinal vi algo que mexe, o Guardião da Noite aqui está bem visível, até pensei que fosse o meu vindo ter comigo para me fazer companhia mas, afinal, era um simpático gatinho que me acompanhou um pouco nesta volta pela Cidade Fantasma.





Na vivência da noite a partir das 21h00 eis aqui o quanto esta Cidade se vê cada vez mais moribunda, um ou outro café aberto com meia dúzia de pessoas lá dentro é o que aqui se pode assistir diáriamente.
Ruas desertas onde quase sempre nem viva alma se vê e, a cada dia que passa, pior é o Ambiente Fantasma que prolífera por cá.
Uma Cidade que mais parece uma Aldeia de Província sem algo que possa fazer com que as pessoas possam saír à rua para desvanecer o espírito daquilo que passa durante o dia.
Os anos passam e isto não muda sendo a palavra chave desta melancolia:

Gatos, os Companheiros da Noite nesta Cidade Fantasma

2 comentários:

luís rodrigues coelho Coelho disse...

Bom dia
Conheço pouco desta cidade Abrantes.
É igual a muitas outras cidades em que as noites agora no Inverno são frias e silenciosas.
Estou tão habituado a este mutismo que até parece que viajamos no estrangeiro quando visitamos outras cidades com mais vida nocturna.
Recordo algumas cidades algarvias.
As noites são agitadas.
A minha cidade Leiria vai acordando aos fins-de semana. Os outros dias é igual à tua e muitas outras que se perdem na paisagem verde do nosso país.

Aqui - Ali - Acolá disse...

Olá Luís bom dia:
O antes e o agora define em muito aquilo que era esta cidade.
Antes, à uns anos atrás podia ver-se sempre gente pelas ruas pelo simples prazer de ir a qualquer lugar que convidasse a isso mas, como tudo se foi perdendo saindo de cá porque as iniciativas foram abandonadas e também certas coisas tiradas daqui por obra do Espírito Santo, esta cidade até mesmo durante o dia pouco movimento apresenta derivado a tudo isso.
Quando quem quer pode e manda assim o quer, assim se vê aquilo que por cá se passa e que em nada abona para esta situação tão triste.
Conheço bem Leiria e posso dizer que não tem comparação nenhuma com esta cidade, pois Leiria à noite é outra coisa em relação a isto por cá e de dia então nem falar porque é outro mundo.
Enfim, é aquilo que temos ao sabor de quem quer pode e manda com todas as armas e adjectivos.
Grato pela visita e volte sempre que será bem recebido.

Saúde e tudo bom.