26 de setembro de 2009

Liberdade - Hoje Escrevo Eu!..


Liberdade - Hoje Escrevo Eu

Tanto poderei escrever, de tanto que existe haver
Temas, assuntos, coisas banais e outras tais
Não faltam em minha mente,
Falo do Amor de gente
Gente de todas as crenças
Onde a palavra tem lugar pela lei da vida
Mundo que gira sem parar em roda deste lugar
Que é o da liberdade, da fúria do querer
Do vencer com força própria
Do sofrer sem condição
Da ilusão que se perde no tempo
Por uma ambição desejada, sofrida e não colhida
Por outra ambição adversa da humanidade.
Corre o tempo e a vida passa
Anos que nos consomem a alma
Debaixo de sentimentos adversos
Que na lei da vida nos são renegados.
Prisioneiro de uma vida tão sugada
Outrém dela se abastou
Porém bem alto eu grito
Como suave canção
Livre é a palavra que sou
Saída de meu Coração

Aqui - Ali - Acolá

11 comentários:

AFRICA EM POESIA disse...

Aqui ali aclá
Minha amiga

bonito ler-te e renovar saudades e fortalecer amizades...
o mundo vale por isso...

eu senti o cheiro da galinha que tanto gosto...
mas...não troco por uma boa moamba que é mesmo o meu prato predilecto...

e acompanhado com funge...
é simplesmente fabuloso...
rodeado de muitos amigos debaixo das bananeiras do meu quintal...
Ainda hoje sinto o cheiro da terra...
o cheiro do barro vermelho...
o cheiro do café...
A palha nos terreiros a secar e nós a saltar
por isso o café ficou aqui no meu coração...
não quero morrer sem lá voltar...
um beijo

Graça Pereira disse...

Parabens ao poeta que estou a descobrir. Escreves tu e...muito bem!! Lindo a valer. Quero ler mais, muito mais! Beijos Graça

Dione disse...

Oi, gato... Quanto tempo, né? Acontece de tudo comigo...rs...

Saudade...

Beijinhos!

angela disse...

Livre, isto é fundamental, poder chacoalhar e soltar as amarras e viver.
beijos

Palma da Mão disse...

Quando a liberdade é cantada assim tem um sabor divinal:)
As tuas palavras levaram as minhas e fiquei assim, só quieta Aqui-Ali-Acolá, mas sempre pertinho de ti:)
beijinhos e obrigada:)

Feitio'zinho disse...

Gostei imenso do seu blog*

Conheça o meu e comente*

Se gostar pode ser um seguidor*

Um beijo

Helinha disse...

Lindo!

Sim... amor só existe se existir liberdade, na verdade os dois devem coexistir...

Tem um selo de "Blog Dourado" para você, lá no meu blog!

Beijos, com carinho!

^^

Parapeito disse...

Hoje e sempre que escrevas TU.
Gostei de ler Liberdade.
Dias cheios de brisas mansas****

♥ ♥ Eu disse...

Muito bonito, ou melhor...lindooo, tudo q sai do coração é bem recebido.

bjoe e uma semana iluminada prá vc!

Princesa disse...

Meu bom amigo
boa noite
com muito calor hoje está abafado demais mesmo a esta hora mas já choveu por aqui mas o calor não amainou, este ano não sei que vai ser de nós

este seu poema está lindo um canto a liberdade muito bonito tem que começar a escrever mais estamos a descobrir em si um bom poeta força amigo adorei este poema...

Amigos são jóias preciosas que emitem um brilho incomparável. Temos que ter imenso cuidado para não as riscarmos,
pois perdem o seu valor.
Devemos tentar mantê-los sempre com o seu brilho original guardados num cofre que é o nosso coração,
aí estão livres de todas as intempéries, resguardados.
Para quem aí os guarda, pode ter a certeza que manterão todas as qualidades originais.
Tenh uma boa noite e amanhã um bom dia
Beijinhos

Fabby Lima disse...

Bom dia!!!

Abri o seu blog! Uau! Adorei o clima de bom astral! Voltarei para outras visitas! Rs pois estou atrasada para ir trabalhar! Bjs Fabby Lima