14 de julho de 2009

Perfume de Você!..


Um fascínio misterioso
Sensações nem sei de quê,
É poesia, é doçura,
Nenhum sabor de amargura,
É o perfume de você...

Um enigma a desvendar,
Sua chegada antevê...
Antecipa as delícias
De suas fatais carícias
O perfume de você...

Um mistério que arrebata,
Quando a gente se revê...
Mesmo após remir a chama,
Permanece em nossa cama,
O perfume de você...

Delicado e colorido
Como as flores num buquê,
Companheiro de verdade,
Em presença ou na saudade,
É o perfume de você...

Eternamente, a exalar
O amor que a gente crê...
Inebriante como agora,
Sentirei na vida afora,
O perfume de você!

Or. Martins

3 comentários:

Palma da Mão disse...

Quando se guarda um perfume, normalmente é para toda avida mesmo, este poema mostra isso com clareza, é um continuar de memórias vividas, como se com o perfume, viesse o sabor, o toque, o desejo,muito lindo migo:)
Beijinhos

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Só sendo muito romântico pra escrever tanta coisa linda de uma só vez. Sempre que deixa um comentário é a mesma reação, sinto um orgulho imenso de fazer parte do seu círculo aqui na blogosfera. Alma boa, pessoa do bem, que tem um coração esplendoroso. Esse carinho que sinto em cada palavra é só o reflexo da magia que sua alma traz.

Noite de luz, querido amigo.

Rebeca

-

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

O Néctar da Flor oferece um selo DIGA NÃO AO PLÁGIO! Somos originas, porque somos únicos. Cada ser um humano tem uma emoção individual. Por mais que as palavras e os pensamentos sejam parecidos, não temos o direito de pegar algo de alguém e dizer que é nosso. Não podemos trocar palavras e rasurar o sentir do próximo. Encontramos inspiração em alguém, na natureza, na vida, mas não temos o direito de copiar sentimentos. Inspiração é uma coisa, xerocar palavras alheias é outra.



Beijos jogados no ar, sempre!



[para pegar o selo clique na imagem]



-