10 de julho de 2009

Meu Querer!...


Meu Querer!...

Na estrada que me é prometida
É suposto só flores encontrar
E já no entardecer da vida
C'o as flores continuo a sonhar.

As flores eram meu caminho
Então, por onde fui caminhar?
-Saíste pássaro do ninho!
Não sei onde foste parar.

Escuto bem longe um teu canto
Como se para mim cantasses
Á noite cobre-me o teu manto
Sinto , como se tu me amasses.

Não foram flores nossos dias
De flores i'nda poderão ser
Se amar é tudo o que querias
Amar-te é todo o meu querer.

Cec. Rodrigues

4 comentários:

Katy disse...

"Sinto, como se tu me amasses"... esse verso expressa o que sinto!
Beijinhos!

Princesa disse...

Boa noite meu bom amigo
Mais uma vez aqui estou no aeroporto para poder comentar alguma coisa a TMN cá está fraca na minha zona, olhe o tempo parece que se lembrou realmente de mim esta noite choveu muito mas depois veio um lindo dia felizmente está a correr melhor.

Lindo este poema que escolheu para hoje

Na estrada que me é prometida
é suposto só flores encontrar

como era bom a vida ser assim o pior é que por vezes as flores têm espinhos e surgem também pedras no caminho, mas temos que passar por cima sempre na esperamça de mais flores encontrar adorei este poema parabens boa escolha

" Os acontecimentos não são apenas

respostas que Deus nos dá,

mas também perguntas que nos faz"

Um bom fim de semana para si
um beijo

Casal do Arrocha disse...

Muito lindo!
Ótimo final de semana!
Bjs...

neide disse...

Oi meu querido amigo

Estou com problemas pra enviar comentários em alguns blogs.

Obrigada pelas visitas, volte sempre.

Tenha um abençoado final de semana.

Bjsss