3 de junho de 2009

A você, mulher!..


A você, mulher!..

Onde a voz me leva

existe uma canção,

existe amor, paixão e poesia,

existem os fortes e os fracos,

os que choram,

e os que já não têm lágrimas para chorar,

Para alguns tudo é momento,

como poeta, eu brincaria com seu coração,

recitando os versos de um poema lindo,

semearia sonhos e mais sonhos,

colocaria você na estrada

onde só existe felicidade,

faria da sua procura o encontro da realidade,

da eterna realidade,

para ver de perto as coisas boas que nela existem...

A você, mulher...

A minha poesia é sensibilidade...

É uma história de amor...

Que não tem fim...


Lindomir Daniel

3 comentários:

Princesa disse...

A você mulher, mais uma boa escolha deste meu,já muito amigo, esta poesia me tocou bem fundo é de uma sensiblidade incrivel adorei.

O verdadeiro tesouro...
      É aquele que enriquece a alma.
    Esse maravilhoso tesouro encontra-se
      em todos os CORAÇÕES sensíveis.
  E tem o brilho de um olhar feliz.
    É o tesouro poético chamado amizade!
      E é em nome dessa amizade.
 Que eu venho lhe declarar... você amigo é especial!

Espero que esteja tudo bem consigo meu bom amigo
um beijo

Casal do Arrocha disse...

Perfeito!
E obrigada! rs rs rs
Bjs...

Palma da Mão disse...

Linda escolha, sublimes palavras:)
Beijinhos