4 de junho de 2009

Minha Deusa!..


Minha Deusa!..

Quando, exaltado, me enrosco em teu corpo
Provocando o frenesi de teus desejos,
É como se adentrasse o portal do paraíso,
E de uma deusa roubasse doces beijos...

És minha Vênus, deusa de meus prazeres,
Eu, teu escravo, cativo estou desta paixão
Que me entorpece os sentidos, me alucina,
E a ti me enlaça, na mais perfeita união.

De puro néctar, com sabor de ambrosia,
Sugo teus lábios, tua pele, de aroma divinal...
A ti me entrego dia e noite, noite e dia,
Desfalecendo num clímax sensacional...

Vem, deusa minha, divindade desejada,
Satisfazer minha fatal necessidade,
Que eu em troca te amarei perdidamente,
No céu, na terra, para toda eternidade...

Piero Valmart

2 comentários:

Princesa disse...

Bom dia meu bom amigo

Obrigado por suas sempre agradáveis palavras no meu blog acredite que estou sempre anciosa por seus comentários sempre tão agradáveis para mim sabe que sinto em si algo estranho é uma pessoa que analisa tudo parece que me conhece incrivel.
Enfim já um bom amigo mesmo virtual.

Minha Deusa, mais um belo poema e sempre uma boa escolha, bonito me tocou mesmo.

Este dedico a si amigo:

A amizade
nos faz sentir como
se estivéssemos
constantemente
em um lindo jardim...

Desejo que os
ventos soprem
o aroma das flores
para levar
até você meu carinho
com perfume de amizade.

Beijinhos passe um bom dia

Maria de Fátima disse...

Olá amigo tens um selo lá no meu blogue.Beijinhos.