29 de abril de 2009

Onde anda você?...


Onde anda você?...

Nostalgia...sentimento misterioso,
Que vai fundo, sutilmente doloroso,,

De saudade - ferida que não se vê...

Que me impele dia-a-dia a procurar,

Nesse íntimo magoado a indagar:

Por onde andará você?...

Você...

Que passou num cometa em minha vida,

Torvelinho de uma alma embevecida,

Como nuvem carregada de verão...

Como estrela refulgente, fugidia,

Que, intensa, um breve instante alumia,

Um fascínio de farol na escuridão.

Você...

Que deixou para trás um peito amigo,

E no rastro carregou junto consigo

Um pedaço machucado de meu ser...

Andorinha, ao sabor do vento sul,

Peregrina, no infinito céu azul,

Sem a qual já me dói sobreviver...

Nostalgia...

É o que resta dessa nuvem passageira,

Breves sombras de uma ave tão ligeira

Que se foi, que voou, nem sei por quê...

Que me faz repisar, eternamente,

A pergunta que não me sai da mente:

...Por onde andará você?...


Oriza Martins

5 comentários:

Desejos Aliciantes disse...

Olá meu amigo,
ficaram boas as suas modificações, ficou mais rápido...
Bem eu não sou chegada a um saudosismo, mas seu poema tá lindo...
Que vc tenha uma boa semana
Beijos aliciantes

Gleiciane disse...

"Na vida...
cada curva é uma incerteza!
No mar...
cada onda é um perigo!
No jardim...
cada flor é uma beleza!
No mundo...
cada amigo é um tesouro!!!"

Bjinhos e uma linda Quarta!!

Seline disse...

Querido amigo,
Sempre um prazer perder-me nestes poemas belíssimos com que presenteias quem te visita.
A ausência de quem nos marcou a alma é tão difícil de suportar...
Beijo alma linda

Princesa disse...

Meu caminho...
tem sorrisos,
brilhos nos olhos
tem amigos
tem Você.

Bonito poema como sempre
Um beijo e tudo de bom

Anjo disse...

Boa noite
bonito poema o seu meu amigo
… O tempo é algo que não volta atrás.Por isso plante seu jardim e decore sua alma,Ao invés de esperar que alguém lhe traga flores …
William Shakespeare

Anjo