10 de novembro de 2011

O Limite da Pobreza Jornalística



O Limite da Pobreza Jornalística

Não querendo eu misturar neste meu blogue o futebol com o que até agora aqui tenho publicado, deixo aqui este vídeo para quem o possa ver tenha uma opinião sobre a forma em que este caso foi tratado por esta mulher e este homem ao comentarem este incidente de uma forma tão vergonhosa como aqui se pode ver.

Gozar com a infelicidade dos outros é fácil, mas quando se chega a um ponto destes como aqui acima se pode ver, o que se poderá dizer desta gente que estando ao serviço do Canal Q da Meo no programa "Tempo Perdido" estes apresentadores (Catarina Homem Marques e Pedro Vieira) pela forma como aqui o fizeram?

Simplesmente Vergonhosa a simplicidade com que o fizeram e que não deixa dúvidas a quem quer que seja da leviandade com que comentam as tristezas alheias.

É por demais evidente que há muita gente no jornalismo com falta de personalidade e profissionalismo para tal mas, tudo tem um limite e isto que aqui se vê, só mostra que há cérebros onde na massa cinzenta só existe serradura.

»»»»»o«««««

Incidente este que aconteceu no jogo Sporting - União de Leiria no passado Domingo dia 6 em Alvalade, onde dois adeptos caíram no fosso do estádio ao tentarem agarrar a Camisola de Diego Capel que se deslocou à bancada do topo norte para a oferecer, jogo este que o Sporting venceu por 3-1.

Quando a falta de capacidade mental chega a este ponto e expressada desta forma por gentalha deste calibre, o que se pode dizer sobre tal?


Apenas isto: - UNS TRISTES

(Para ouvir o som do vídeo pare o do player à esquerda do Blogue)

6 comentários:

Anónimo disse...

São muito tristes estes jornalistas! Devem ter arranjado este programa através de cunhas.....infelizes...não vão longe!

O Cidadão abt disse...

Aqui-Ali-Acolá!

“O Renault Clio onde seguiam os três mortos e os dois feridos ficou destruído na sequência do acidente.”

Encontramos composições gramaticais deste timbre nos mais conceituados jornais portugueses!
Será que os viajantes da tal viatura eram zombies?

!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
No caso em apreço, tudo leva a crer que a linda jornalista se sente baralhada com o charme do seu entrevistado...
“O Sporting sai do fosso mas o fosso não sai do Sporting”
Uma frase célebre que pode vir fazer manchete, quem sabe... mas a jornalista é bonita!
“E isto é muito importante”

“Depois isto acaba por baralhar o sistema todo na mesma”
Baralhar o sistema de quem? A querida é que está toda baralhada!
“As pessoas que estavam no chão não eram viscondes?!”

Conversas de teenager!

“Tinham assim ar de mitras”

“prontos isso já me baralha um bocado”

Ai cachopa, cachopa, tanto que abanas a cabecita!

Estás toda trocadita, mas não deixas de ser uma trigueirinha bonita...

Já falas nasalado e piscas o ôlho ao yupie!

O que estarias a pensar... Poderemos adivinhar?

Hum... camisolita dos Ramones...deves ser bastante novita e inexperiente mas pelo teu volume maroto, já comeste bastantes figuitos...

Com um riso desses ou estás toda caidinha ou ficaste pouco à vontade com o tema...

“Tá lá o fosso mas não é viscondes que tão dentro do fosso”

Léxico Futrês?

Hum...
E como balbucias, gesticulas... engoles em seco e abanas a cabecita...

Irrequieta, impaciente...

“Você,” “tú,” “eu sei lá...”

Ou completamente perdida?

Tás tão caidinha que até te esqueceste das formalidades... tás... tás...

De certeza que no fim desta entrevista não foste jantar com o rapazola bem parecido?

Amor feito Poesia disse...

diz...diz prá mim,
onde se escondeu...
em que lua vai voltar...
em que sonho, volte logo anjo meu.

(Markinhos Moura)

Amor & Poesia na sua noite...M@ria

Graça Pereira disse...

Meu Querido
São assim os nossos"jornalistas", salvo rarissimas excepções!
Brinca-se com a vida, com a dignidade dos outros, faz-se "charme" despropositado e têm emprego que muitos outros jovens, muitissimo bem qualificados...não têm!
Estou de acordo com o comentário do Cidadão!!
Mas afinal eles estão de acordo com o país que temos!!

Beijo amigo.

Graça

Palma da Mão disse...

Realmente...sem comentários, eu sou da opinião que somos o que fazemos...estes senhores não são nada...
Vim deixar um beijinho cheio de saudades

Parapeito disse...

de facto uma tristesa..existe um grande fosso entre a inteligencia e estes individuos
brisas doces