1 de julho de 2009

Noites de Mar!..


Noites de Mar!..

Mar que encontro
de encontro a mim
Mar selvagem que cheira
a carmim
Voluvel e solto como a
alma em meu ser...
prisioneiro divino
do meu viver
Mar de Magia
do vento, da noite
Mar dos Olhos
dos meus sonhos, a fonte
Mar de beleza
quimera e cetim
Mar que encontro de encontro a mim

M. Figueiredo

5 comentários:

Princesa disse...

Bom dia meu bom amigo
Estou mesmo de saída para mas merecidas férias mas não podia deixar de vir aqui só um pouquinho para lhe dizer que não vou poder comentar hoje e talvez amanhã mas que nunca me esqueço dos bons amigos.

Hoje o seu post bem mesmo deencontro com o que preciso ir ao encontro do mar e lá vou eu para o meu paraiso recuperar energias.

Fique por cá bem eu depois de amanhã cá estarei outra vez para dar noticias.
Um beijo grande e tudo de bom

Katy disse...

Ah, o mar!
Ele que traduz sentimentos, inspira poesias...É belo, tempestuoso, romântico. Amo-o.
Beijinhos.

Katy disse...

Kkk...estou de férias, tenho tempo para pensar em besteirinhas para postar....rsrs...
Oras, já vê tanta mulher bonita por aí....rsrs..
Beijinhos.

Carol Dornelles disse...

Adorei o gatinho tocando piano lá em cima...rs

rosa dourada/ondina azul disse...

O Mar que inspira os mais belos Poemas!!!

Parabéns!


Bom resto de semana,
bjs,