6 de maio de 2009

Somente a ti, o meu amor!..


Somente a ti, o meu amor!..

A ti - e somente a ti -
destinarei o meu amor.
O amor de todas as horas,
De todas as dimensões,
Das mais loucas ilusões,
Amor das muitas paixões...
Um amor que não se esgota em si mesmo,
Nem nos percalços da vida,
Nem na esperança perdida.
Amor que transcende o tempo,
Que explora novos mundos,
Que enfrenta tempestades,
Supera quaisquer maldades...
E quando o viço murchar,
O corpo não mais vibrar
Aos eróticos prazeres,
Será o amor em essência
Sublime, leal, sincero,
Que te darei simplesmente
Porque és tudo que eu quero,
És quimera, és desejo,
Dos meus sonhos, o clamor,
E a ti – somente a ti –
Destinarei o meu amor..

By Maraína

5 comentários:

Seline disse...

Querido amigo,
Lindo este poema... daquele que nos toca o coração e enche a alma, pleno de sentir. Obrigado pela partilha.
Que a vida te sorria sempre alma linda

Palma da Mão disse...

Uma entrega perfeita de alma ao encontro de outra alma...adorei:)
Beijinhos
Liliana

~*Rebeca e Jota Cê *~ disse...

Querido,

Toda vez que leio um comentário seu, minha alma se enche de alegria. Sinto que toda palavra que sai de ti, além de ser cheia de carinho, vem sua alma iluminada junto. Admiro demais sua visão do mundo e do amor que o cerca.

Um beijo do tamanho do meu respeito.

Rebeca

-

Princesa disse...

Lindo perfeito como sempre boa escolha
hoje não estou nos meus dias para comentar estou com uma daquelas gripes que nos derrubam
um beijo

Desejos Aliciantes disse...

Lindo o poema, palavras de intensa entrega...
Obrigada pela sua visita e pelo carinho de sempre
Boa noite
Beijos aliciantes