24 de abril de 2009

A Rosa!..


A Rosa!..

Nesta cabana, amor, ao pé da serra,
Em que te espero para passar a noite,
Vamos terçar, inda que o frio açoite,
Batalhas mil, deliciosa guerra.

Tu vais chegar trazida pelo vento
Fresco da tarde e eu te despirei
Bem devagar, já me sentindo o rei
Desse teu corpo. E todo o sentimento

Que flui de nós, inunda nosso abrigo
Como perfume. Eu vou ficar contigo
Fazendo amor até surgir a luz.

E de manhã colher, ainda orvalhada,
A rosa mais bonita da florada
E colocá-la entre teus peitos nus

José Magno

4 comentários:

Palma da Mão disse...

Acordar pela manhã e poder abraçar quem nos faz feliz,é realmente maravilhoso!´
Esta vinda aqui, perante tal maravilha, fará talvez muitas de nós perceber o significado do sorriso, e do silêncio,após momentos de completa entrega ao outro...
Tocou-me particularmente, obrigada
Beijinhos
Liliana

Princesa disse...

O caminho é o que importa, não o seu fim. Se viajar depressa demais, vai perder aquilo que o fez viajar.

Belo poema de José Magno
lindo uma boa escolha
mais uma vez obrigado pelas suas bonitas palavras que muito me sensiblizam
Um beijo e um resto de um bom dia

Parapeito disse...

:)) Que cheirinho bom o desta Rosa
Gostei...
Um fim de semana perfumado e cheio de brisas mansas***

Desejos Aliciantes disse...

Amanhecer do lado de quem a gente ama é muito bom...
Bom final de semana pra vc
Beijos